22 de setembro de 2011

A Comercialização e Banalização do Evangelho.



Água ungida, toalha ungida, rosa ungida... quantos outros objetos “ungidos” ainda vão criar?
A pergunta que me vem a cabeça ao ouvir falar nisso é:
Líderes, Igreja, onde está a sua unção?
Vejo hoje em dia as pessoas buscando respostas em seres inanimados, pessoas que antes criticavam e ainda criticam determinados segmentos religiosos agora estão fazendo essas simpatias pra conseguir amor, felicidade, dinheiro, etc.
Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão.” (Lucas 6:42)
Sem falar, é claro na TEOLOGIA DA PROSPERIDADE.
Francamente, dizer que pobreza é sinal de falta de fé é absurdamente ridículo.
Deus não vai pedir conta somente aos pastores, bispos e etc que pregam esse absurdo. A Igreja é o corpo de Cristo, logo foi dotada de inteligência e capacidade de raciocínio.
Partindo da idéia de que pobreza é falta de fé, devemos concluir então que o próprio Jesus era incrédulo, porque vejamos:
Jesus nasceu em uma manjedoura, cresceu em uma família pobre e andava entre os pobres.
Francamente Igreja, Deus lhes deu capacidade pra pensar. Só me resta saber o motivo de vocês não usá-la.
Outra conclusão que cheguei foi essa:
Se você der TODO o seu dinheiro “pra Deus” esperando receber algo em troca, seja reconhecimento, seja cura, enfim, qualquer coisa, uma certeza eu te dou. Você vai morrer pobre. Mas espera aí. Pobreza não é sinal de falta de fé? Oh meu Deus, será que alguém pode me explicar, por favor?
Creio que o Pai tenha nos feito inteligentes demais pra aceitar isso.
Dizer que você precisa dar 1.000 pra ganhar 10.000 é mentira do Cão, ou pior, é mentira dos enviados dele.
O Deus que eu sirvo é maior que todo e qualquer bem que possam me oferecer e só me pede que eu o ame e obedeça.
Mas como seres humanos têm o dom de complicar tudo, inventam essas teologias absurdas.
Ao mesmo tempo, é válido dizer que dízimos e ofertas em nada tem a ver com a Teologia da Prosperidade. A casa de Deus se mantém através de orações e intercessões, mas também precisa pagar contas, contribuir em projetos missionários, ajudar pessoas e famílias que precisam, entre outras coisas. Seria absurdo fechar os olhos para os que precisam e não ajudar aos que estão longe ou perto de nós. Tenho plena consciência de que dinheiro é importante.
Mas, retornando ao raciocínio anterior:
Algumas pessoas “fogem” das igrejas por isso. Exemplo:
Eu não conheço a Palavra, não tenho um contato íntimo com Deus. Ligo o noticiário e vejo um monte de “cristãos” se envolvendo em escândalos e “vendendo fé.”
Sinceramente? De pessoas assim eu também fugiria. Aliás, eu fujo.
"Mas os que querem tornar-se ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, as quais submergem os homens na ruína e na perdição.
Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a constância, a mansidão."
(1 Timóteo 6:9-11)
Veja bem: Fugir dessas doutrinas absurdas é algo perfeitamente tolerável, aliás é agradável a Deus que você os faça, mas vale dizer que existem MUITAS igrejas que pregam o verdadeiro evangelho (a minha é uma delas, rs), toda essa sujeira não é desculpa pra se afastar do centro da vontade de Deus, muito pelo contrário. É motivo pra se achegar mais.
II Timóteo 2:14-26; 3:1-9. Tito 1:10-16. II Pedro 2:1 a 22 e I João 4:1 a 6* são apenas algumas das muitas passagens que alertam sobre falsos profetas, falsos mestres, falsos crentes e explicam em que isso tem relação com a volta de Cristo.
*"Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.
Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;
E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.
Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo.
Do mundo são, por isso falam do mundo, e o mundo os ouve.
Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro."
(1 João 4:1-6)
“Porque se tapará a boca dos que falam mentira.” (Salmo 63:11b)
“E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.
Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo.” (Hebreus 10:30b e 31)

Um comentário:

  1. Muito bom Juliana meus parabens, que deus te dê mais sabedoria para postar outros textos tão bons como esse

    ResponderExcluir

Visitantes desde 09/2011